MAXACTIVAT/ZN REDUZ MORTALIDADE EM CAMARÕES

 

O vírus da síndrome da mancha branca (VSMB) é responsável por mortalidades massivas em fazendas de camarões no mundo inteiro. Um experimento conduzido na primavera de 2020, objetivou investigar se MAXACTIVAT/Zn (MA), poderia melhorar a performance de crescimento e a resistência a VSMB de camarões (Penaeus vannamei).

Dietas para camarões foram formuladas de acordo com as recomendações nutricionais e MAXACTIVAT/Zn foi adicionado em dois diferentes níveis de concentração (135 ppm e 405ppm). Posteriormente as misturas foram peletizadas e grupos em triplicata foram alimentados por 28 dias, após os quais o desafio da doença foi iniciado. A inoculação do VSMB foi feita via oral e os camarões foram alojados em tanques de 10 litros (unidades individuais).

Tab.1 eng

Não houve diferenças significativas observadas em termos de performance de crescimento nas diferentes dietas alimentares, o que indica que MAXACTIVATE/Zn não tem impacto negativo no ganho de peso de camarões. Em relação ao experimento de desafio diferenças estatisticamente relevantes foram observadas. MAXACTIVAT/Zn contido em níveis de 405 ppm (MA405) na ração dietética reduziu a mortalidade em 40 pontos percentuais comparado com o grupo controle (CTRL) (MA405=33,3%; CTRL=73,3%). Além disso, houve uma forte influência numérica de MA na concentração de 135ppm (MA135) na redução da mortalidade (MA135=53,3%).

Fig.1 eng

Assim, o experimento aponta significativamente a efetividade do MAXACTIVAT/Zn na resistência dos camarões contra VSMB. Mais estudos sobre esse tópico serão realizados, mas MAXACTIVAT/Zn já é um produto promissor no que tange ao controle de VSMB..